12:11 pmLobão com a boca no trombone

Lobão

Entrevista de Lobão à Folha de São Paulo:

Presidente Dilma e a Comissão da Verdade
Ela foi terrorista. Ela sequestrou avião, ela pode ter matado. Como que ela pode criar uma Comissão da Verdade e, como presidenta, não se colocar? Deveria ser a primeira pessoa a ser averiguada. Você vai aniquilar a história do Brasil? Vai contar uma coisa totalmente a favor com esse argumento nojento? Porque eles mataram, esquartejaram pessoas vivas, deram coronhadas, cometeram crimes.

O estopim, a causa da ditadura militar foram eles. Desde 1935, desde a coluna Prestes, começaram a dar golpes de Estado. Em 1961, começaram a luta armada. Era bomba estourando, eu estava lá. Minha mãe falava: você vai ser roubado da gente, o comunismo não tem família.

Quase um milhão de pessoas saíram às ruas pedindo para o Exército tomar o poder.

Acham que a junta militar estava a fim de dominar o Brasil? Não vejo nenhum desses presidentes militares milionário. E massacram os caras.

Regime militar
Não acredito em vítima da ditadura, quero que eles se fodam. Eu fui perseguido, passei quatro anos perseguido por agentes do Estado. Por que eu tinha um galho de maconha? Me botaram por três meses na cadeia. Nem por isso eu pedi indenização ao Estado. Devo ter sofrido muito mais do que 90% desses caras que dizem que foram torturados.

PT
Esses que estão no poder, Dilma, Emir Sader, Franklin Martins, Genoíno, estavam na luta armada. Todos esses guerrilheiros estão no poder. Porra, alguma coisa está acontecendo! Em 1991, só tinha um país socialista na América Latina, hoje são 18. São neoditaduras pífias. A Argentina é uma caricatura, o Evo Morales, o Maduro. Vão deixar o comunismo entrar aqui? É a mesma coisa que botar o nazismo. A América do Sul está se tornando uma Cortina de Ferro tropical. Existe uma censura poderosíssima perpetrada por uma militância de toupeiras. Quem está dando golpe na democracia são eles, o PT está há dez anos no governo.

Golpe de Estado
Todo mundo fala da ditadura, do golpe militar, isso nunca esteve tão vivo. Os militares estão cada vez mais humilhados. As pessoas têm que entender que nenhum país civilizado conseguiu ser um país com suas Forças Armadas no Estado em que está a brasileira. Eles fizeram a Força Nacional, uma milícia armada, uma polícia política. Está tudo pronto para vir um golpe e as pessoas não estão vendo.

Ministério da Cultura
Se você tirar o Ministério da Cultura, o que não é sertanejo universitário morre. Eu recusei R$ 2 milhões do Ministério da Cultura para fazer uma turnê. O ministério libera tudo, e impressionam as temáticas: bandas mortas se ressuscitam para comemorar um aniversário de vida que não tem!

O próprio Barão Vermelho! Todos pediram grana [via lei de incentivo]: Barão, Paralamas.

O Gilberto Gil é o rei, um dos que mais pedem [recurso via Lei Rouanet]!

O cara foi ministro! Como é que as pessoas podem aturar isso? A Paula Lavigne é a rainha [da Lei Rouanet].

Por que os intelectuais brasileiros, diante de uma situação asquerosa como esta, ficam calados?

Tropicália
Todos esses mitos da Semana de 22 foram perpetuados por movimentos como o concretismo, o cinema novo, a Tropicália.

Sempre tive muito desinteresse pela Tropicália. Tom Zé, Jards Macalé e João Donato sempre foram melhores do que os que estão aí hoje representando o movimento, tanto o da bossa nova quanto o da Tropicália. João Donato dá de mil no João Gilberto porque ele é um puta compositor e pianista. Mas nunca tem o mérito, é tudo o pistolão, quem tem amigo, é da máfia. É conchavo o tempo todo. O Gilberto Gil, a Preta Gil, é um absurdo. Ganhou um império atrás dos benefícios do pai.

Rap
Os Racionais são o braço armado do governo, são os anseios dos intelectuais petistas, propaganda de um comportamento seminal do PT. Não acredito em cara ressentido.

Emicida, Criolo, todos têm essa postura, neguinho não olha, não te cumprimenta. Vai criar uma cizânia que nunca teve, ódios [raciais] estão sendo recrudescidos de razões históricas que nunca aconteceram aqui.

Estão importando Black Panthers, Ku Klux Klan. Tem essa coisa de “branquinho, perdeu, vamos tomar seu lugar”. Como permitem esse discurso?

Por que os intelectuais brasileiros ficam calados? Ora, Olavo de Carvalho vem explicando isso desde 1996… 

  • José de Almeida

    Admiro a sua honestidade intelectual e força perante a opinião pública, Yuri. Fico tão triste quando vejo pessoas que aprenderam muito, quando não tudo, com o Olavo e hoje negam a influência por medo do riso e do escárnio público.

    Gostaria de ver os alunos e ex-alunos dele que hoje alcançaram algum mérito próprio honrando-o e combatendo o linchamento público perpetrado contra ele. Hoje em dia é impossível citar o Olavo e não surgir alguém para comentar a história da Pepsi ou para dizer que ele é geocentrista. O Olavo deveria gravar um vídeo para esclarecer de uma vez por todas essas coisas.

    Fico deprimido por ver um homem colossal sendo ignorado por besteiras irrelevantes.

  • Vitória Korr

    Já que isso foi trazido à tona, tenho que confessar que gostaria de ver mais gente escrevendo e falando sobre o pensamento, as idéias e as análises políticas do Professor Olavo.

    Gostaria de organizar o movimento “Não cuspa no braço que aprendeu. Honre aqueles com quem você aprendeu”. Tem muita gente que deve muito ao Olavo e hoje finge que nem o conhece.

  • Vitória Korr

    Eu me confundi toda. Queria escrever “Não cuspa no prato que comeu. Honre aqueles com quem você aprendeu” e, bem, saiu isso que saiu aí em cima.

    Quanto a você não ter esse problema Yuri, isso fica evidente. Eu mesma só chego a alguns materiais do Olavo através de você. A propósito, não estaria na hora de outro bate-papo com o Olavo?

  • Ah, Vitória, essa é uma possibilidade que costuma me visitar. Mas, no momento, embora Olavo já tenha se mostrado disposto, ainda não me vejo gravando um novo podcast com ele. Ele, até onde sei, não anda com muito tempo vago. E eu, como ando ocupado tentando me aprimorar enquanto autor de ficção, não tenho me aprofundado nos assuntos do momento tal como antes soía. Iria comer muita poeira… =B^)